Igreja

 IGREJA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO NO MUNDO

“OS TOCOISTAS”

 

Templo da INSJCM - Os Tocoistas

CATEDRAL TOCOISTA – TEMPLO DO DEUS VIVO – ANGOLA, AFRICA

A INSJCM é uma Instituição religiosa Angolana de carácter cristã, de âmbito universal, sem fins lucrativos, apartidária, constituída por fiéis, independentemente da raça, género, origem étnica, nação de origem, local de nascimento, ou condição sócio-económica, com autonomia administrativa, financeira, jurídica e patrimonial.

A Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo Mundo (Os Tocoistas) foi Relembrada a 25 de Julho de 1949 na sequencia da efusão da descida do Espírito Santo em Africa como resultado de uma Prece formulada à Deus por Sua Santidade o Profeta Simão Gonçalves Tôco no decurso dos trabalhos da Conferência Missionária Internacional Protestante, realizada de 15 à 21 de Julho de 1946, na localidade de Kaliná, ex-Leopoldville, actual cidade de Kinshasa, capital da Republica Democratica do Congo.

As sedes da INSJCM situam-se na Republica de Angola, sendo a Social, na Província de Luanda na Avenida Engenheiro Pedro de Castro Van – duném (Loy) e a Espiritual, em Sadi Zulumongo – Ntaia Maquela do Zombo, Província do Uíge.

Os Cristãos tocoistas, encontram nas Escrituras Sagradas o padrão ético e moral revelado por Deus através dos Dez mandamentos e outros preceitos Bíblicos como as líneas condutoras e Reitoras de um comportamento Espiritual, consubstanciado em valores divinos como garantias da boa reputação, integridade e imagem da Igreja.

SUA MISSÃO

A INSJCM tem como Missão:

a) Expandir e desenvolver o Evangelho à todos os povos, nações e línguas para que obtenham a salvação e a conquista do Reino de Deus;

b) Cultivar o Amor a Deus e ao Próximo;

c) Anunciar o Reino Eterno de Deus;

d) Cultivar na pessoa humana e na sociedade uma verdadeira civilização de paz, harmonia, concórdia, solidariedade e    tolerância;

e) Proporcionar as pessoas uma conduta moral, cristã e espiritual de acordo com os ensinamentos e os Mandamentos da Lei de Deus contidos na Bíblia Sagrada.

f) Participar em acções que contribuam para o desenvolvimento humano sustentável com particular incidência para assistência social as pessoas vulneráveis e desfavorecidas, formação e capacitação profissional, assistência medica e medicamentosa bem como elevar o nível de educação e de escolaridade das populações.

g) Celebrar o culto divino e proclamar a Boa Nova de Jesus Cristo;

h) Ensinar a doutrina cristã em estreita relação com as Escrituras e no espírito de diálogo, e abertura ecuménica;

i) Testemunhar a fé em Jesus Cristo;

j) Apoiar e solidarizar-se com os pobres e necessitados, bem como com os que sofrem discriminação, guerra e todas as formas de injustiça, através do empenhamento na recriação e defesa dum mundo onde a paz, a justiça e a vida sejam uma realidade em plenitude;

k) Criar serviços e equipamentos de apoio, protecção, prevenção, promoção, formação e integração da infância, juventude, terceira idade, família, invalidez e reabilitação;

l) Promover a reflexão, o estudo e a discussão de temas teológicos e outros na perspectiva da fé cristã.

 

A Igreja: Organismo, não Organização

A igreja é uma organização? Muitas pessoas têm a noção errada de que a igreja é uma organização ou instituição, independente do povo que compõe a igreja. Este não é o conceito bíblico de igreja. Jesus não morreu para estabelecer uma instituição, mas para salvar o povo do pecado (Atos 20:28; 1 Coríntios 6:20). Jesus e o Pai não habitam numa organização, mas no povo que os obedece (João 14:15, 23).

Em vez de falar de uma organização, a Bíblia descreve a igreja como um corpo composto de membros vivos (Romanos 12:4-5; 1 Coríntios 12:12-27; Colossenses 1:18,24; Efésios 5:23). Estes membros do corpo são “blocos” ou “pedras” usados na construção da igreja (1 Pedro 2:5; 1 Coríntios 3:10-15).

Muitas pessoas sugerem que a “igreja universal” é constituída de todas as congregações locais no mundo. Isto não é um conceito bíblico. Uma igreja local consiste de cristãos que se reúnem num determinado lugar. Eles podem ser identificados e contados (Romanos 16:14, 15; 1 Coríntios 16:19; Colossenses 4:15). A igreja universal consiste de todos os discípulos de Cristo em todo o mundo. Nenhum homem é capaz de identificar e contar todos os membros deste corpo universal. Tentativas de contar todos os verdadeiros cristãos em uma nação ou no mundo ilustram a ignorância e a vaidade dos homens. Somente Deus pode contar e identificar seus “primogênitos arrolados nos céus” (Hebreus 12:23).

Descrições Bíblicas da Igreja que Pertence a Jesus

A Bíblia não usa um nome exclusivo para a igreja. É errado, portanto, insistirmos num único nome que todas as igrejas fiéis tenham que usar. Muitas passagens falam simplesmente da igreja, algumas vezes identificando o local (cidade ou casa) onde o grupo de cristãos se reunia. Portanto, podemos nos referir à igreja simplesmente como “a igreja” (Atos 8:1; 9:31; Romanos 16:1).

Frequentemente, as descrições da igreja no Novo Testamento mostram a relação que existe entre o Senhor e sua igreja. A igreja pertence a Deus, e é, muitas vezes, chamada “a igreja de Deus” (veja Atos 20:28; 1 Coríntios 1:2; 10:32; Gálatas 1:13; 1 Timóteo 3:5,15). Jesus derramou seu sangue para comprar a igreja. Portanto, Paulo falou de “igrejas de Cristo” (Romanos 16:16) e Jesus falou de sua própria igreja (Mateus 16:18). O povo de Deus pode ser corretamente descrito como a “igreja dos primogênitos arrolados nos céus” (Hebreus 12:23).

Consideremos o significado de descrições bíblicas comuns da igreja

– O Corpo de Cristo (Colossenses 1:24; Efésios 1:22-23; 4:12). Assim como o corpo humano não pode sobreviver separado da cabeça, não podemos viver sem nosso cabeça, Jesus Cristo (Efésios 5:23; Colossenses 1:18). Discípulos de Jesus são membros do corpo (Romanos 12:4-5; 1 Coríntios 12:12-27; Efésios 3:6; 4:16; 5:30).

– O Reino de Deus ou Reino dos Céus (Mateus 3:2; 4:17; Lucas 4:43; Atos 8:12; 19:8; 20:25; 28:23,31). A ideia de reino ressalta a posição de autoridade do rei (veja 1 Coríntios 4:20; Hebreus 1:8; 12:28-29; Mateus 28:18-20; Apocalipse 12:10). O reino de Cristo não é deste mundo (João 18:36). Em vez de ser uma entidade política e mundana, a igreja é um reino espiritual assentado no caráter santo de Deus. Podemos entrar no reino somente quando formos transformados espiritualmente (Colossenses 1:13). Como servos do Rei, temos que desenvolver as características espirituais de nosso Senhor (Tiago 2:5), incluindo sua humildade, inocência (Marcos 10:14-15) e santidade (1 Coríntios 6:9-10; Gálatas 5:19-21).

– A Casa de Deus (1 Timóteo 3:15) não é um edifício material, mas o santuário e a habitação do Senhor (Efésios 2:21-22). É um edifício espiritual (1 Pedro 2:5).

– O Rebanho de Deus (Atos 20:28). Jesus é o bom pastor que deu sua vida pelas ovelhas (João 10:11). As ovelhas ouvem sua voz e o seguem para receber a vida eterna (João 10:27-28).

A unidade dos salvos é baseada no nome e na doutrina de Cristo. Devemos fazer tudo pela autoridade de Jesus ou em seu nome (Colossenses 3:17). “Não há salvação em nenhum outro…nome… (Atos 4:12). Esta unidade é possível somente quando falamos e pensamos a mesma coisa, que é a doutrina de Cristo (1 Coríntios 1:10). Quando os homens começam a seguir outros homens, perdem a unidade com Cristo e seu povo (1 Coríntios 1:11-13). Divisões e contendas acontecem na igreja, em parte, porque algumas pessoas se identificam somente com nomes humanos.

Paulo argumentou que devemos identificar-nos somente com o Senhor que servimos. Jesus foi crucificado por nós e somos batizados em seu nome. Jesus, e não homens, merece nossa dedicação e honra. Os verdadeiros seguidores de Deus fazem parte da igreja que pertence a Jesus.

Copyright © 0017MC - Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo - (Os Tocoistas). Todos os Direitos Reservados
.

Contagem regressiva para "O Centenário Natalício do Profeta"  

Esconder Mostrar